O acesso à internet como direito

Este anúncio (muito fofo) da Oi* mostra um grupo de crianças numa cidade de habitantes diminutos. Com o acesso à internet, as crianças, e logo toda a cidade, crescem até o tamanho normal. Enquanto isso, o voice-over afirma que “o mundo nunca é grande demais para quem tem conhecimento”.

É evidente que o acesso à internet expande o acesso à informação, conhecimento e lazer, bem como as possibilidades de comunicação e mobilização. Chega a ser difícil imaginar a vida sem internet. Mas trata-se de um direito, ou um mero luxo? Este artigo compara o acesso à internet de banda larga ao acesso à eletricidade no início do século XX para argumentar que a internet não deve ser um luxo restrito a quem pode pagar, mas um direito de todos. Vale a leitura.

*Sinto-me obrigada a informar que desisti recentemente da Velox (a internet da Oi) devido à péssima qualidade do serviço. Oh well, pelo menos o anúncio é bonitinho.

Tagged , ,

One thought on “O acesso à internet como direito

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: